5 dicas práticas para você criar senhas seguras

5 dicas práticas para você criar senhas seguras

Acessar o internet banking, comprar em um e-commerce, fazer login na conta de e-mail, abrir as redes sociais: todas essas operações são realizadas por milhares de internautas todos os dias e, apesar de serem essencialmente diferentes, possuem uma coisa em comum: o uso de senhas.

As senhas nada mais são do que um mecanismo de autenticação para garantir que o acesso, tanto em um computador, quanto em um serviço online, seja feito exclusivamente por você.

Esses mecanismos podem ser divididos em três grupos: o que você é (informações biométricas, como a sua impressão digital, a palma da sua mão, a sua voz e o seu olho), o que apenas você possui (como seu cartão bancário) e, finalmente, o que apenas você sabe (como perguntas de segurança e suas senhas).

Pela simplicidade que possuem, as senhas são os mecanismos mais utilizados. Elas servem para assegurar que você é realmente quem diz ser e que possui o direito de acessar aquele serviço.

Já deu pra perceber que as senhas são muito importantes, não é mesmo? E tem gente que sabe bem disso!

Brincadeiras à parte, a ideia é mesmo essa: proteger sua senha. Pra isso, é preciso primeiramente contar com uma boa escolha. Mas, o que é uma boa senha?

De acordo com o Comitê Gestor de Internet no Brasil, “uma senha bem elaborada, é aquela que é difícil de ser descoberta (forte) e fácil de ser lembrada. Não convém que você crie uma senha forte se, quando for usá-la, não conseguir recordá-la. Também não convém que você crie uma senha fácil de ser lembrada se ela puder ser facilmente descoberta por um atacante“.

Criar uma senha realmente segura não é tão simples quanto parece, mas seguindo algumas dicas é possível obter bons resultados. Quer conhecer quais são? Então, continue a leitura!

1. Números aleatórios

Nunca utilize sequências como 123456. Procure combinar números aleatórios, principalmente em sistemas que aceitem exclusivamente caracteres numéricos.

2. Quantidade de caracteres

Quanto mais longa for a sua senha mais difícil será de alguém descobri-la. No início, elas podem parecer difíceis, mas com o uso constante, rapidamente elas se tornarão automáticas.

3. Tipos de caracteres

Nem só de números é feita uma senha. O ideal é que você combine diferentes tipos de caracteres, como números, sinais de pontuação e letras maiúsculas e minúsculas, de acordo com a possibilidade de cada sistema. Isso também ajuda a dificultar a identificação.

4. Utilize caracteres de frases

Uma dica bastante útil para criar uma senha eficiente é utilizar como base uma frase, selecionando a primeira ou última letra de cada palavra. Exemplo: com a frase “O homem é senhor do que pensa e escravo do que fala ” você pode gerar a senha “?OhesdqpeedqF”.

Nesse caso, o sinal de interrogação foi adicionado para acrescentar um símbolo à senha.

5. Substitua caracteres

Você ainda pode inventar um padrão de substituição de caracteres baseado na semelhança visual (“w” e “vv”) ou de fonética (“ca” e “k”) entre os caracteres. O importante é criar o seu próprio padrão, pois algumas trocas já são bastante óbvias.

Gostou dessas dicas? Então, confira também: 4 maneiras práticas de proteger sua senha do Facebook.

Com informações de NIC.br

5 dicas práticas para você criar senhas seguras

P4 Telecom

Post feito com por P4 Telecom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *