Pequenas ideias, grandes negócios: como transformar seu hobby em um empreendimento com o Facebook

Pequenas ideias, grandes negócios: como transformar seu hobby em um empreendimento com o Facebook

Em tempos de crise financeira, desemprego e preços altos no mercado, a criatividade e a perspicácia para os negócios nunca foram mais importantes. Sair da zona de conforto e procurar mercados alternativos é uma das opções para driblar a situação econômica.

Em 2016, o e-commerce (comércio eletrônico) brasileiro faturou R$ 53,4 bilhões. Um crescimento de 11% em relação a 2015 e tem expectativas maiores para 2017, segundo a ACComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), contrariando as previsões do mercado.

Vantagens do e-commerce

O e-commerce tem várias facilitações, especialmente para negócios de pequeno e médio porte.

 

  • Não precisar de uma loja física para expor a mercadoria, assim, não limitando o cliente por horário comercial, locomoção ou estacionamento.
  • Custo operacional reduzido: desde vendedores – você não pode fechar sua loja no meio do dia porque surgiu algo para fazer – a despesas com local físico, tais como, aluguel, água, luz, limpeza, etc.
  • Uma loja física exige que você tenha os produtos à mão para o cliente analisar. A virtual já oferece o produto de forma diferente, trabalhando com prazos e encomendas. Isso garante que o estoque não fique parado na loja.
  • Mesmo que tenha um emprego, é possível administrar a loja virtual no período que estiver livre.
  • Os negócios são feitos no conforto e segurança de sua casa e, dependendo do produto ou serviço, o contato com o comprador é exclusivamente via internet.
  • Facilidade na comunicação é um dos pontos principais do e-commerce, favorecido pelas redes sociais!

O e-commerce pode ser feito através de várias plataformas, mas, para quem está começando um pequeno negócio, o Facebook é a alternativa mais atrativa para o comércio, uma vez que sua plataforma é de fácil utilização.

Pequenos produtos são grandes negócios no Facebook

Já ouviu a frase “nossa, você deveria vender isso!”? Então, você provavelmente está apto a criar um pequeno negócio online! Sim, nessa abrangência toda.

Responda a seguinte pergunta: o que você faz bem? Bolos incríveis, panos de prato bordados, decoração de interiores, serviços de pintura de casas, estética, esculturas, e qualquer outro produto ou serviço.

O Facebook permite que você divulgue e venda seu produto ou serviço de forma prática, personalizada e efetiva! Mas, como fazer isso?

Um produto não é um perfil

Os perfis no Facebook são para você e para sua própria identidade. Quer começar um negócio? Crie uma página. A partir dela, você divulga as fotos de seu produto e faz o gerenciamento de pedidos.

É um comércio

Lembre-se disso: por mais que seja no Facebook, continua sendo um negócio! Profissionalidade, pontualidade nas respostas e alguns rigores ortográficos são essenciais para uma boa manutenção de sua página. Responda os comentário nas fotos e as mensagens sem demora.

O que, para quem

Tenha claro qual é o seu produto e para quem você quer vender. Você faz bolos e tortas para comemorações, mas não faz brigadeiro e beijinho? Então, sua página vende “bolos e tortas”, e não “doces para festas”. Deixar claro seu produto evita perguntas de coisas que você não faz/tem disponível.

Perceba quem são as pessoas que costumam gostar das coisas que você faz e para quem elas contam sobre, isso ajudará a traçar um perfil de consumidor. Serve para saber com quem está falando nos posts e como deve se comunicar com eles, além de saber para quem divulgar sua página.

Fotos dos produtos e serviços

A comunicação do comércio virtual gira em torno da imagem do produto/serviço e sua descrição. Uma imagem bem feita gera interesse e desejo de outras pessoas. Se seu produto for bonito, mas você não souber tirar uma boa foto, em um ângulo que evidencie as qualidades dele, você não terá um bom retorno.

Procure dicas de como tirar boas fotos e, se não tiver uma boa câmera, peça emprestado para um amigo ou familiar para os cliques! Caso você ofereça um serviço, poste fotos de coisas relacionadas a ele. Se você trabalha com consertos de tela de celular, por exemplo, publique fotos de celular anunciando o serviço!

Categorize tudo

Clareza e objetividade é tudo. Seja claro quanto ao produto e sua descrição. Além disso, torne o navegar na página o mais fácil o possível. Vai vender bolos, tortas e pavês? Faça três álbuns, um para bolos, outro para tortas e um terceiro para pavês.

Conteúdo

É frustrante entrar em uma página que vende doces, ir no catálogo e encontrar 3 fotos dos produtos apenas, além de uma ou duas de assuntos em geral. Quanto mais tempo a pessoa ficar na página, mais exposta ela será ao que você tem a oferecer! Planeje algumas fotos e publicações de início para que sua página seja interessante.

Aproveite datas especiais para ofertar sua mercadoria!

Orçamento

Tenha uma tabela de preços fixa e não coloque o valor nos álbuns ou nas fotos. Incentive as pessoas a usarem o chat do Facebook e passe a informação por lá. Isso ajuda na negociação do produto, se você dá desconto ou parcela. O preço direto embaixo do produto, muitas vezes, faz com que o consumidor desista logo de cara da compra.

 

Verba para impulsionamento

Divulgue a página para seus contatos, família, amigos e colegas de trabalho. Essa base de curtidas faz com que sua página ganhe relevância, principalmente se for um comércio local. Dedique um tempo para a manutenção da página e para pesquisas do que você pode fazer para incrementar o conteúdo.

O e-commerce é tendência e pode ser a oportunidade para começar o negócio próprio e conseguir passar pela crise da melhor forma possível. O Facebook é mais uma ferramenta alternativa que pode transformar a forma como você trabalha.

Persistência e dedicação

Divulgue a página para seus contatos, família, amigos e colegas de trabalho. Essa base de curtidas faz com que sua página ganhe relevância, principalmente se for um comércio local. Dedique um tempo para a manutenção da página e para pesquisas do que você pode fazer para incrementar o conteúdo.

O e-commerce é tendência e pode ser a oportunidade para começar o negócio próprio e conseguir passar pela crise da melhor forma possível. O Facebook é mais uma ferramenta alternativa que pode transformar a forma como você trabalha.

 

Pequenas ideias, grandes negócios: como transformar seu hobby em um empreendimento com o Facebook

P4 Telecom

Post feito com por P4 Telecom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *